O que é Biópsia ou Punção guiada pelo ultra-som?



É um procedimento utilizado na avaliação de órgãos ou lesões nodulares (tumorações), onde é colhido uma amostra dos mesmos através de agulha fina e longa orientada por imagens de ultrasonografia, o que permite visualizar o percurso da mesma. A amostra é então examinada em laboratório, determinando-se assim a sua natureza (maligna ou benigna) sendo então programado o tratamento mais adequado.

Quais as vantagens do exame?

* Rápida realização
* Dispensa internação hospitalar
* Elimina cirurgia para estabelecer diagnóstico
* Elimina dores e risco pós-operatório
* Baixo custo
* Diagnósticos precisos
* Segurança

Como o exame é realizado?

Com agulhas finas e um sistema que permite a visualização do seu percurso. Inicialmente é feito o preparo do material e, após isto, faz-se a limpeza e assepsia do local escolhido.
Anestesia local é frequentemente usada, todavia em alguns casos é desnecessária. Ocasionalmente o material colhido é levado ao laboratório pelo próprio paciente.

Se o resultado de uma Biópsia ou Punção não permitir identificar a patologia do paciente o que acontece?


Em até 20% dos casos o material colhido na punção com agulha fina, principalmente da tireóide, pode ser “insuficiente”, ou seja, a amostra não permite uma boa análise pelo número escasso de células. Nestes casos, pode ser necessário a realização de nova punção a critério do medico assistente.

Em que situação se aplica este método?

Qualquer órgão ou lesão, cística ou sólida, pode ser biopsiada ou puncionada guiada por ultra-som. Os princípios são os mesmos para todas, apenas com algumas variações particulares de cada caso.
AFAC - Clínica de Diagnóstico por Imagem